Natal pelo Mundo

Embora em sua essência tenha um significado religioso pois representa uma data simbólica do nascimento de Jesus, o Natal se tornou uma festa tradicional em boa parte do mundo, mesmo em alguns países não Cristãos, o que aquece muito o mercado. 

Ele começou a ser comemorado como uma celebração religiosa no século IV com o Papa Júlio I, ficando o dia 25 de Dezembro como a data a ser comemorada após alguns estudos históricos, ainda que não se sabe, ao certo, a data precisa do nascimento de Jesus.

Cada país tem sua forma particular de comemoração, mas há semelhanças em muitas delas como a figura do Papai Noel, da árvore de Natal, presépios, trocas de presentes, ceias em família, muitas luzes, cores, música, desejos de paz e harmonia entre amigos e familiares.

Algumas das tradições mais comuns da festa de Natal:

  • Missa do Galo: Começa por volta de meia-noite. Tem o significado de que um galo teria cantado fortemente anunciando a vinda do Messias.
  • Comida: comidas típicas coma rabanada, bolinho de bacalhau, nozes, castanhas, entre outras, e o peru para a ceia.
  • Presépio: cenários são montados relembrando os personagens que envolvem o nascimento de Jesus como o menino Jesus, Maria, José e os três Reis magos.
  • Árvore de Natal: pinheiros ou imitações com diversos enfeites e tamanhos variados, bolas coloridas, pisca-pisca e diversos outros. Normalmente os presentes são colocados embaixo da árvore porém, existe também a tradição de se colocar uma botinha pendurada, representando um “sapatinho na janela” para que o Papai Noel coloque presentes para as crianças.
  • Cartões de Natal: as pessoas costumam enviar cartões desejando boas festas para amigos e parentes. Porém, com a evolução da internet, muitos o fazem por meio digital por ser mais rápido, menor custo e podermos personalizar das mais variadas maneiras. Até existem inúmeros sites específicos para criação de cartões virtuais. Mas ainda existem até hoje os que preferem fazer da maneira tradicional via correio.
  • Papai Noel: a figura mais tradicional e que não pode faltar no Natal. Sua história é baseada em uma pessoa real, São Nicolau, que era um arcebispo na Turquia e costumava ajudar pessoas com dificuldades financeiras jogando sacos de moedas pelas chaminés.

No Brasil, assim que entra o mês de novembro, às vezes até antes, já se começa a falar no Natal a começar pelo próprio comércio vendendo artigos específicos e os lares que, aos poucos, começam a expor enfeites natalinos. E na medida em que o tempo vai passando e chegando dezembro, varandas e janelas das casas e apartamentos vão se enchendo de pisca-piscas, cada um mais lindo que o outro, colorindo e encantando a todos que passam. Um festival de cores e iluminação.

A árvore de Natal também é muito tradicional e não pode faltar, até mesmo nos ambientes de trabalho…

Continuação em: http://blogdebordo.com.br/2015/12/19/natal-pelo-mundo-2

This entry was posted in Dezembro, Festas pelo Mundo, Natal pelo Mundo and tagged . Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *